Home / Vida de Mãe / Dicas e Ideias / Crianças e Idosos na Internet: Quais Cuidados Tomar?

Crianças e Idosos na Internet: Quais Cuidados Tomar?

Crianças e Idosos na Internet: Quais São os Cuidados Necessários?

Este artigo foi criado pela equipe Bitdefender para uso exclusivo do blog Mamãe e Geek.

Criança usando tablet

A tecnologia está presente em todos os aspectos das nossas vidas. Nossos smartphones são a primeira coisa que olhamos ao acordar e a última coisa que vemos ao dormir.

Mas a internet pode ser tanto uma fonte de conhecimento e ajuda 24h por dia, quanto um grande problema. E as pessoas mais atingidas pelos efeitos dela são as crianças e os idosos. Eles são quem mais precisam de atenção quando o assunto é segurança na internet.

Pensando nisso, separamos algumas informações sobre os riscos para crianças e idosos no mundo virtual e como evitá-los. Confira a seguir!

Riscos para Crianças

As gerações atuais são as mais familiarizadas com a tecnologia, pois já cresceram com a internet fazendo parte de suas vidas. Segundo o Cetic.br, 80% das crianças e adolescentes de 9 a 17 anos têm acesso à internet, e 39% delas já se depararam com conteúdos sensíveis.

Cyberbullying, pornografia e pedofilia são alguns dos perigos mais comuns que crianças e adolescentes podem encontrar enquanto navegam na web. Além disso, a superexposição de crianças pequenas a telas está diretamente relacionada a problemas cognitivos, dificuldades de aprendizagem e até dependência tecnológica.

Como evitar?

Os pais ou responsáveis devem manter um bom diálogo com as crianças sobre os riscos on-line, monitorar o uso de internet, utilizar ferramentas de controle parental e, principalmente, investir em internet security para garantir uma navegação segura não só para as crianças, mas para toda a família.

Idoso mexendo em smartphone

Riscos para Idosos

Os hábitos dos idosos têm mudado bastante, cada vez mais eles aderem ao uso de redes sociais para se comunicarem com parentes e amigos. Mas é comum que eles se confundam ao lidar com tantas informações dispostas na web.

Os idosos são as maiores vítimas de phishing, fakenews e outros golpes on-line. E precisam de orientação quanto ao compartilhamento de informações e uso de dados pessoais na internet, para evitar caírem nas armadilhas de scammers e hackers de plantão.

Como evitar?

Segundo especialistas, o ideal é monitorar a vida digital do idoso com as mesmas ferramentas utilizadas para o controle de crianças, mas com outro objetivo: para verificar se os idosos não estão sendo vítimas de algum golpe.

Outra dica importante é informar e alertar sobre mensagens de desconhecidos e o cuidado com páginas e contatos que solicitem dados pessoais, bancários ou informações sobre membros da família.

E você? Conhece mais dicas de proteção para crianças e idosos na internet? Compartilhe com a gente nos comentários! Imagens: Unsplash (Hal Gatewood) | Burst (Nicole De Khors)

Related Post

Comments

comments

About Raissa

Check Also

BGS 2018: confira o que encontramos

A BGS 2018 rolou entre os dias 10 a 14 de Outubro e a família …

2 comments

  1. Oi
    Parabéns pelo post 👏 temos sempre que ficar atentos,a internet é ótima mas tem pessoas mal intencionadas…

  2. Cuidado nunca é demais. Apesar de esses dois serem o publico de risco, sempre é bom relembrar alguns cuidados para a galera que está na faixa intermediaria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *